O mundo da música prestou homenagem a Aretha Franklin, nesta segunda-feira. Durante os MTV Music Awards ouviu-se Madonna dizer que “não teria chegado lá” sem a “Rainha da Soul”.

Relembrando a sua estreia no mundo da música, Madonna, que completou 60 anos na quinta-feira, o dia da morte de Aretha, disse a uma plateia de estrelas da música reunidas no Radio City Music Hall, em Nova Iorque, como foi cantar a cappella “(You Make Me Feel Like) A Natural Women “, durante uma audição em Paris, que foi a alavanca da sua carreira.

“Nada disso teria acontecido ou poderia ter acontecido sem a nossa diva da Soul”, disse Madonna, no palco, trajada com um longo vestido preto inspirado nas tribos indígenas.

“Ela trouxe-me até aqui, e eu sei que ela influenciou tantas outras pessoas nesta sala, e quero agradecer a si, Aretha, por nos dar essa força”, acrescentou.

Na cerimónia deste ano, os grandes destaques foram Cardi B e Camila Cabello. A rapper que ficou famosa com o hit “Bodak Yello”, fez a sua primeira aparição desde que deu à luz Kulture, a sua filha. Cardi subiu ao palco duas vezes para receber os prémios de Artista Revelação e Melhor Colaboração, pela música “Dinero”, com Jennifer Lopez e DJ Khaled.

Com um vestido imensamente decotado, Cardi fez a sua primeira aparição no palco dando lugar à polémica, visto que fingiu estar a amamentar a sua bebé, que teve com o rapper offset. Era tudo brincadeira, e no lugar de Kulture estava apenas uma estatueta embrulhada num cobertor.

Quanto a Camila Cabello, com apenas 21 anos, acaba por traçar uma carreira que tem tudo para ser brilhante, ao vencer os prémios mais prestigiados do evento: Artista do Ano e Vídeo do Ano. Muitos previam que esta última estatueta fosse para o rapper Childish Gambino, pelo vídeo “This is America”, mas foi a jovem cubana quem levou a melhor.

Visto mais de 370 milhões de vezes, “Havana” ganhou três prémios, incluindo o de “Melhor Mensagem de Vídeo”.

Por outro lado, o casal de estrelas Beyoncé e Jay-Z, nomeado sete vezes com o seu novo álbum e vídeo filmado no Louvre, saiu com quase nada, com o único troféu “Melhor Cinematografia”.

Apesar da alta expectativa para Melhor Vídeo do Ano, Childish Gambino levou dois troféus para casa, o de Melhor Coreografia e Melhor Realização.

Post Malone venceu um dos grandes prémios da noite, Melhor Música do Ano, com “Rockstar” feat 21 Savage.

A cantora Jennifer Lopez recebeu o prestigioso Prémio Vanguard em homenagem à sua carreira de quase 20 anos, cuja primeira aparição numa gala MTV foi em 2001.

Vestida com um macacão de calças de glitter dourado, a cantora e atriz de 49 anos relembrou alguns dos seus hits como “Jenny from the Block” e “Love Don’t Cost a Thing”.

Menos político do que no ano passado, a edição de 2018 do Video Music Awards não escapou às notícias. O rapper Logic, autor de uma canção de sucesso cuja mensagem é contra o suicídio, denunciou a política de separação de filhos dos seus pais da administração Trump, levando ao palco para cantar “One Day” dezenas de crianças de imigrantes.

Embora a abstenção tenha contribuído para a vitória de Trump em 2016, a MTV também divulgou anúncios que levaram o público jovem às eleições de novembro nos EUA.

Nascido em 1984, o aumento de clips de vídeo, MTV Video Music Awards, menos formal do que outras cerimônias com prêmios concedidos com base em votos de internet, rivalizar com os mais prestigiados prémios da indústria, como o Grammy Awards.

Lista de vencedores:
Vídeo do Ano: Havana – Camila Cabello
Artista do Ano: Camila Cabello
Música do Ano: Rockstar – Post Malone ft. 21 Savage
Artista Revelação: Cardi B
Melhor Colaboração: Dinero, – Jennifer Lopez, Cardi B, DJ Khaled
Melhor Vídeo Pop: No tears left to cry – Ariana Grande
Melhor Vídeo Hip hop: Chun-Li – Nicky Minaj
Melhor Vídeo Dança: Lonely Together – Rita Ora et Avicii
Melhor Vídeo Latino: Mi Gente – J Balvin ft. Willy William
Melhor Vídeo Rock: Whatever It Takes – Imagine Dragons
Melhor Mensagem Vídeo: This Is America – Childish Gambino
Melhor Fotografia: APES**T – The Carters
Melhor Realização: This Is America – Childish Gambino
Melhor Direção Artística: APES**T – The Carters
Melhores Efeitos Especiais: All The Stars – Kendrick Lamar & SZA
Melhor Coreografia: This Is America – Childish Gambino
Melhor Montagem: Lemon – N.E.R.D. ft. Rihanna