Recentemente, falámos aqui da existência de cowboys negros, algo que muitos desconhecem. Apesar de serem vistos como uma minoria, a Bill Pickett Invitational Rodeo (BPIR) existe para mostrar o contrário. É um evento que percorre várias cidades norte-americanas com o objectivo de celebrar os vaqueiros e vaqueiras negros.

Agora nos écrans temos Idris Elba que irá protagonizar e produzir a adaptação cinematográfica de “Ghetto Cowboy”, do escritor Greg Neri. O foco do filme são as comunidades de equitação negra do norte de Filadélfia, nos Estados Unidos da América.

A história conta a vida de Cole, de 15 anos, que é forçado a viver com seu distante pai, Harp (Elba), no norte da Filadélfia, onde, apesar da pobreza e violência ao seu redor, ele descobre o mundo das cavalgadas urbanas.

De acordo com Ricky Staub, director do filme: “Esta história foi construída a partir de uma profunda amizade e colaboração com os “cowboys” de Norte de Filadélfia, e eu não poderia estar mais entusiasmado para homenagear o seu legado com este filme”.

“O brilhante roteiro de Ricky e Dan combina a energia e a coragem de um filme urbano com a poesia e o romance do estilo de vida do cowboy urbano”, disse Elba.

Para além da nova produção “Ghetto Cowboy”, recentemente Idris produziu o filme “Yardie” que terá estreia a 31 de agosto, no Reino Unido.

 

Há ainda também o facto o rumor ao longo dos últimos tempos que Elba faria o papel do novo James Bond, no filme 007.  Segundo as notícias os produtores têm essa hipótese em “cima da mesa” mas por enquanto, temos de esperar para ver.